terça-feira, dezembro 5, 2023
spot_img
HomeNotíciaApós pressão de Danilo Forte, MJSP notifica entidades da cadeia de combustíveis

Após pressão de Danilo Forte, MJSP notifica entidades da cadeia de combustíveis

A Secretaria Nacional do Consumidor, ligada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), começou a notificar nesta quarta-feira (4) entidades ligadas à cadeia do combustível pedindo esclarecimentos sobre as recentes altas nos preços dos combustíveis no Brasil noticiadas pelo Brasil. Em documentos assinados por Ricardo Cappelli, secretário-Executivo do MJSP, Associação Nacional dos Proprietários de Postos de Gasolina, Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes, Federação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Instituto Brasileiro de Petroleo e Gás, Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis, União da Agroindústria Canavieira e de Bioenergia do Brasil e Sndicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis foram solicitadas a prestar esclarecimentos pelas altas dentro de 48 horas.

A medida havia anunciada pelo Secretário Nacional do Consumidor, Wadih Damous. Ele se reuniu na terça-feira (3) com o deputado federal Danilo Forte (União-CE), que alertou que medidas mais duras podem ser tomadas contra as empresas – postos, distribuidoras e importadoras, por exemplo – que reajustarem os preços dos combustíveis sem justificativa. Nesta semana, lembrou o parlamentar, já foi conquistada a manutenção da desoneração desses itens, assinada pelo presidente Lula (PT) logo após a sua posse, no domingo (1º). “Agora, precisamos combater a especulação”, completa.

De acordo com ele, em um primeiro momento, as empresas serão notificadas para reverterem os recentes aumentos. Caso isso não seja o bastante, elas podem ser acionados judicialmente por crime contra a economia popular.

Desde o fim de dezembro, consumidores cearenses vêm sentido a subida nos preços. Segundo a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), até o último dia 24 de dezembro, o valor médio do litro da gasolina comum era de R$ 4,87 em Fortaleza era de, variando de um mínimo de R$ 4,72 a um máximo de R$ 5,45. Na semana seguinte, o valor médio do litro passou para R$ 5,52, variando de R$ 4,95 a R$ 5,79.

Em nível nacional, também houve um aumento. Até a véspera do Natal, os brasileiros pagavam em média R$ 4,93 pelo litro da gasolina comum, que chegava a uma mínima de R$ 4,19 e a uma máxima de R$ 7. Na semana seguinte, a média do litro subiu para R$ 4,96, variando de R$ 4,09 a R$ 7,39.

FIQUE POR DENTRO

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

últimas