Privatização da Eletrobrás poderá render R$ 1 bi para revitalização do Rio São Francisco

Postado por Thiago Ellery em 06/03/2018 - Sem Comentários

A reestruturação da Eletrobras poderá render até R$ 1 bilhão por ano para um fundo cuja finalidade é a revitalização do Rio São Francisco. O projeto, que está em discussão na Câmara dos Deputados, em Brasília, prevê a transformação da empresa em uma “corporation”, com gestão privada mas ainda com ação majoritária do governo federal. O relator do projeto de lei, deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), esteve nesta segunda-feira (05) na sede da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

De acordo com o deputado federal, a ideia é lutar junto ao governo federal para obter valores em torno de R$ 1 bilhão por ano para o fundo a ser criado para o Rio São Francisco. “O governo (federal) propôs um valor muito baixo, de R$ 300 milhões por ano. Eu calculo o ideal, como percentual, a um valor dessa ordem (de R$ 1 bilhão). Posso suprir todas as necessidades (da revitalização do Rio São Francisco). Ainda assim, é bom remodelar a Eletrobras”, disse o parlamentar.

A proposta de privatização da Eletrobras deve render ao governo federal cerca de R$12 bilhões em receitas este ano. O projeto prevê também a criação de uma agência de fomento que auxilie a revitalização do Rio São Francisco.

“O Brasil precisa resgatar a capacidade de empreender! O que a Câmara busca é um consenso que represente o sentimento da nação. Nossa ideia é criar um fundo financeiro e com ele buscar a revitalização do Rio São Francisco que é fundamental para garantir o abastecimento de água e por outro lado também criar um ambiente de sustentabilidade no sistema,” disse Danilo Forte.

Com informações do Diário do Nordeste

0 Comentários

Deixe o seu comentário!